Conta de luz mais cara do país é na Região Norte


Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), divulgado na manhã deste sábado, dia 10, aponta que entre 2014 e 2017, a conta de luz acumula alta média de 31,5% no Brasil. O maior reajuste no período ocorreu na região Norte, onde as contas de luz acumulam alta média de 44,04%.

De acordo com a Abrace, as razões para a alta das contas de luz no período, são o aumento no custo de produção da energia, devido ao uso mais intenso de termelétricas, e os subsídios embutidos nas tarifas.

Segundo o coordenador de Energia Elétrica da Abrace, Victor Hugo Locca, os consumidores do Norte foram mais afetados com aumento da tarifa nos últimos anos por causa da ineficiência das distribuidoras locais.

A Abrace prevê que a alta continue em 2018. A estimativa é que a alta da tarifa de luz dos consumidores residenciais chegará a 44%, no acumulado de 2014 e 2018. No Norte, essa alta possivelmente chegará a 54,22, no Nordeste, a 50,7%, no Centro-Oeste a 45,3%, no Sul a 44,3% e no Sudeste, a 43,78%.



Fonte g1.com e www.diariodaamazonia.com.br


Outros Destaques

Mais Notícias