Home  |   Notícias  |   Eventos  |   Lista Telefônica  |   Pimenta Virtual  |   Rádio  |   Contato
Rondônia: Mulher é acusada de dopar idoso para roubar e acaba matando a vítima

 Publicada em: 2017-08-09 14:14:39     




José Bento Rosa, de 86 anos, teve um mal súbito, supostamente causado por superdosagem de medicamentos e veio a óbito na noite desta terça-feira, 08, em sua residência, localizada na Rua 803, no Bairro Alto Alegre, em Vilhena.

Após receber a denúncia sobre a morte de José, uma guarnição da Polícia Militar se deslocou até o referido endereço, onde fez contato com uma mulher, de aproximadamente 53 anos, que afirmou estar morando com a vítima desde o último domingo e que ela mesma teria realizado a denúncia após confirmar a morte de José.

Ainda segundo a mulher, José teria se sentido mal e desmaiado e ela o teria deixado na casa e ido a uma igreja próxima assistir um culto, mas ao retornar, percebeu que José já estava morto e acionou o corpo de bombeiros que de imediato, informou a polícia sobe o caso.

Quando um neto da vítima chegou ao local, afirmou não conhecer a referida mulher, alegando que seu avô era aposentado e morava sozinho, porém, apesar da idade avançada, não fazia uso de remédios controlados.

Vizinhos relataram a reportagem do Extra de Rondônia, que a tal mulher, realmente não residia com José e que na semana anterior a mesma teria dopado uma senhora de 74 anos e furtado diversos objetos pessoais e alguns eletrodomésticos da vítima.

Diante dos fatos, os militares questionaram a suspeita sobre as acusações, porém, a mesma negou e permaneceu sob a alegação de que não era responsável pela morte de José.

A situação da suspeita se agravou, quando a filha da idosa que fora dopada pela agente, compareceu ao local do crime e reconheceu a mulher, que estava em posse da bolsa de sua mãe e dos objetos pessoas que havia sido furtado da residência da mesma, na última semana.

Diante dos fatos, a mulher confirmou ter furtado os objetos, mas continuou negando ter realizado a sedação do idoso, porém, ainda segundo testemunhas, ela teria afirmado para uma moradora do bairro, que nesta terça-feira, havia pego alguns remédios em um posto de saúde comunitário, sob alegação de que estava doente.

Mesmo a suspeita não tendo confessado o crime contra José, em posse dos fatos, os militares lhe deram voz de prisão e a conduziram até o Departamento de Polícia Civil para prestar mais esclarecimentos sobre o caso.

Familiares e amigos, relataram à nossa reportagem, que a vitima havia sacado sua aposentadoria na segunda-feira, 07, e que a infratora provavelmente deva ter dopado a mesma para subtrair o dinheiro e acabou levando José ao óbito pelo fato do mesmo sofrer de pressão baixa.

Um perito da Polícia Técnica esteve no local e colheu as primeiras informações, porém, somente uma autópsia poderá afirmar as verdadeiras causas da morte de José.



Fonte original: Extra de Rondônia



Os comentários aqui escritos não expressam a opinião deste site. Sendo assim, o conteúdo é de total responsabilidade do autor do comentário.


© Copyright 2014 ConexaoRondonia.Com Todos os direitos reservados.