Interior de Rondônia: Pessoas que descumprirem medidas contra Covid-19 serão punidas

Em Rolim de Moura (RO), na tarde da última quarta-feira, dia 20, foi realizado uma reunião com diversos órgãos; Polícia Militar, Vigilância Sanitária, Polícia Civil, Secretaria de Saúde, Corpo de Bombeiros para tratar sobre a obrigatoriedade do cumprimento de normas de prevenção à proliferação do novo coronavírus.  

A secretária de Saúde, Simone Paes, deixou claro durante a live, que com aumento de casos da covid-19, a fiscalização será intensificada em Rolim de Moura. Hoje tem 16 casos confirmados de coronavírus no município, a fiscalização no município será mais rígida a partir de agora, cabendo à Polícia Civil e Militar e demais órgãos competentes fiscalizar, com aplicação de multa para aqueles que infringirem os decretos. A população precisa ser mais responsável, essa doença não é brincadeira, destaca Simone.   

De acordo com as informações ficou deliberado em reunião que a partir desta quinta-feira, dia 21,  quem descumprir as regras responderá termo circunstanciado, será incluído no CPF, antes o termo só tinha validade para o comércio, mas agora será em geral, população e comércio. A população terá um papel fundamental nessa decisão e poderá contribuir para evitar a disseminação do vírus na cidade, está proibido aglomerações, então caso a Polícia Militar suspeite que há reuniões familiares e que há  aglomerações, eles poderão adentrar e as pessoas serão  autuados. Essa medida foi tomada em conjunto, Promotoria e Polícia Militar. 

A partir dessa quinta-feira, 21, o uso de  máscaras é obrigatório em todos os lugares, sendo fechado ou aberto.  Devido o aumento de casos de coronavírus, as medidas são necessárias para evitar a disseminação, a população precisa ter mais cuidado, amor ao próximo e a si mesmo, pois se cada fizer a sua parte, será muito mais fácil.  É preciso um sentimento de autorresponsabildade e que as pessoas cumpram voluntariamente, não havendo o cumprimento voluntário, aí sim há a possibilidade de se utilizar medidas severas.

Fonte Rolim Noticias