Jovem viciado em videogame morre diante do computador

Um adolescente de 17 anos sofreu um derrame enquanto fazia uma maratona de videogames no computador. Piyawat Harikun, estava de férias escolares e aproveitava o tempo extra para jogar seus jogos preferidos no PC. Mas, a extensão das horas em frente a tela, fez com que o garoto tivesse um derrame cerebral e morresse na mesma hora.

Adolescente morre de tanto jogar no computador

O garoto morava em Udon Thani, cidade da região norte da Tailândia. Em entrevista ao Daily Mail, o pai de Piyawat afirmou que seu filho era um menino muito bom e estudioso, mas que, constantemente, mantinha o vício em videogame e passava noites em claro jogando.

“Meu filho era inteligente e sempre se saía bem na escola, mas tinha um grande problema com o vício em jogos”, conta Jaranwit Harikun, pai do jovem.

Segundo o laudo médico, o derrame foi causado pela exaustão de jogar muitas horas no computador. A princípio, o menino foi encontrado pelos pais sem vida caído sobre o teclado, ao lado dele tinham latas de refrigerante e bandejas de comida.

“Eu chamei o nome dele e disse ‘acorde, acorde’, mas ele não respondeu. Vi que ele estava morto”, relata o pai do adolescente.

Alerta para os pais que têm filhos viciados em videogames

Esse caso aconteceu na Tailândia, mas, é um incidente muito comum no mundo todo. De acordo com a classificação de doenças da Organização Mundial de Saúde (OMS), o vício em videogames é considerado uma condição de saúde mental.

“Para o transtorno de videogame ser diagnosticado, o padrão de comportamento deve ser de severidade suficiente para resultar em prejuízo significativo nas áreas pessoal, familiar, social, educacional, ocupacional ou outras áreas importantes, tornando-se evidente por pelo menos 12 meses”, relato da OMS em matéria da ONU do Brasil.

Fonte RIC MAIS